Marujos

“Aqueles que fossem ao mar por prazer, iriam para o inferno por passatempo”
Ditado da época.

Marujos ficavam abaixo dos trabalhadores rurais na hierarquia social da Inglaterra. Recebiam um tratamento próximo ao dado aos criminosos. O trabalho de marinheiro era extremamente perigoso e muito mal remunerado.

O capitão governava com autoridade absoluta e, normalmente, com grande brutalidade. Vários marujos eram chicoteados ou mortos por ofensas pequenas ou imaginárias.

marujos.jpg

A marinha real era ainda pior. Com pagamento mais baixo e incerto. O pagamento, muitas vezes, era feito por meio de cupons que só seriam trocados em dinheiro tempo depois, forçando os marujos a os venderem a agiotas por um preço ainda mais baixo.

Não é de estranhar que poucos quisessem entrar na marinha. Os capitães dos navios reais eram forçados a recrutar marujos na marra. Grupos de aliciadores tentavam convencer recém-chegados ou bêbados a se engajarem nos navios. Quando não conseguiam, apelavam para violência, arrastando quem encontrassem para os navios.

Marujos

Profano: Piratas e Cthulhu HouseWayne HouseWayne